domingo, 19 de abril de 2009

Apoiar um amigo parceiro

Faleceu um amigo, vizinho dos meus pais, pessoa bastante influente na aldeia e arredores, mais ou menos da minha idade, factor pesaroso por ser novo. Cada um memoriza e recorda á sua maneira, como era visto o amigo vizinho; eu nada a incriminar, bem pelo contrário: um levantar de mão quando se cruzava no dia-a-dia, um aperto de mão num café, uma farra numas festas de Verão, um saudar de uma mine, ..., bons momentos recordados.
Apesar da idade, o lado amigo, e de ser uma pessoa bastante dada, há esse factor que nós, família, levamos muito em conta: o parceiro da filhota.
Explicamos á filhota as circunstâncias do sucedido, e o apoio que deveria dar ao colega, sem levantar questões incómodas, nem evidenciar boatos de ouvi dizer, diz que disse, …; somente apoiar, estudar e brincar com o parceiro.
Entendeu, e diz aguardar pelo seu regresso á carteira da escola.
Missão cumprida....

Sem comentários: