segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Lagartar,... quase fiquei crisálida.

Vendaval molhado… que fustigou o Planeta; melhor, a Europa; digo, a Península Ibérica; ou mais abrangente, Portugal; penso que me vou resumir simplesmente á região, da localidade, onde implantei a casa. Um arrebatador combate de ventos indomáveis e cruzados, com punhos de granizo, e bofetadas de chuva, saltos e quedas de frio brutais, e ainda o toque final: relâmpagos… mas a casa, pronta e emproada, não desvaneceu. Claro que tenho a rematar a péssima prestação das janelas e portas. À conta disso gastei dois carros de mão de lenha. Tenho que me pôr urgentemente a calafetar portas e janelas, e ainda pensar em armazenar lenha para o ano que vem: pinho, eucalipto, mimosa, carvalho e oliveira. No Verão vou ter que pensar como as formigas, criar depósito.
No balanço das intempéries, a constipação da filhota. E porquê? Porque não houve os conselhos do velhote, corre, salta, não pára. No final sua, apanha frio e voilá ! Uma constipação/gripe. Se ela ouvisse os sábios ensinamentos do velho mestre, nada disto teria acontecido. Agora lá vêm os caldos de galinha, xarope de cenoura, compressas frias, dia sem escola e noite de piquete.
Não há-de ser nada! Simplesmente um fim de semana de molho, á lareira/recuperador. Mas eu já estava era desabituado do nosso Inverno, ou desabituaram-nos com estas alterações climáticas.
Bom, foi um weekend, cheio de mails, filmes, jogos online, sofá e cama. Foi mesmo a lagartar. Por falar em jogos online, lá ando eu no Travian, … a levar forte e feio: deixem-me subir os níveis, seus Teutões e Romanos; não quero ser irredutível, mas ok eu subo devagarinho.

Sem comentários: