sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Calão é giria - I

Já a alguns dias que ando a registar palavras e epítetos populares, que vão surgindo em comentários de café, conversas de família, reuniões de amigos, …
“O que vai ser o jantar? – Cabozes!”
Farfúncia vamos embora!”
“ Tás com a caloa!”
“…” - Bom á medida que for captando vou ditando! (e quando nos queremos lembrar de mais alguns, pior ainda, porque ficam mesmo debaixo da língua).
Destrocar por miúdos:
Cabozes – termo culinário, que pelo que percebi não significa mesmo nada, ou seja é só para ser cavalheiro, “encher pneus”, e não ter de responder grosseiramente, dizendo: “ Sei lá!”
Farfúncia – substantivo colectivo, para clarificar a ideia de multidão, ou seja duas, três ou quatro pessoas, ou um agregado familiar.
Caloa – ou simplesmente, “não me apetece fazer a ponta de um corno”, ou apetece-me fazer nenhum.
Entretanto a lingua desenpena, e vêm mais alguns termos. Prometido!

Sem comentários: