quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Respeito a minha e a dos outros...


O alarido na praça, já vai composto, arrastado e demasiado buzinado, entre cavaqueiras de café, "sossegas", petiscos, troca de dois dedos, repastos e afins... O assunto já atingiu uma categoria de puxar pelas ganas, e vomitar...
Com o passar do tempo, que passa à sua conta e medida, ou seja, com 24 horas por dia, 365 ou 366 dias por ano, conforme se comum ou bissexto ... o que acaba por não ser um tempo por aí além, mas é o que temos, vou vendo coisas que admiro, e que me surpreendem.
Nesta questão ultima, do bombardeio dos "mass media", sob governos, democracias, primeiros e vices, indigitados, de gestão, "tachos", "dores de cotovelo", debates, ... etc e tal, que a lista é longa, e pelo andar da carroça, tenho que começar a poupar agora, vejo que quem se mantinha á parte, sem opinião, braveja aos quatro ventos, contra o estado deste estado.
Muito bem, ... a coisa estava comedida, e agora, ai que aproveitar, penso eu, ... apregoar para ver se alguma coisa cai, ou é remodelada, restaurada, reinventada, sei lá! Resumindo, não guardar, deitar para fora, ou melhor ainda regurgitar.
"Ai se aquele senhor viesse!" implorando aos céus e á terra, uma solução imediata, cataclismática, para acordar do descanso merecido e esquecido, do defunto, aguardando a sua saída apoteótica, com o seu dedo rigoroso, censurador, mas objectivo, ... um apelo "politicó-beato".
Digamos que, nunca num tão curto tempo de espaço, aquele boletim informativo teve tanta importância, ... é necessário absorver qualquer passo mal dado, qualquer lacuna, ,,,
"Durante quatro anos, todos vamos estar bem; depois logo se vê!" em tom sarcástico...
"Agora, que acabamos de sofrer as passas do Algarve, e que isto estava mais ou menos direito, entram esses gatunos, ..." em tom irónico...
"Mais algum que vai encher os bolsos, ..." em tom pessoal... "mas isso são todos, os que para lá vão!"
Bom, melhor será ficar mesmo por aqui, porque há palavras, actos e omissões, que podem ferir susceptibilidades, ... por isso respeito a minha opinião e a dos outros,

2 comentários:

mixtu disse...

As passas do algarve nunca acabarão... jajaja

mixtu disse...

as passas do algarve nunca acabam...